Marcas identificam falsas promoções da Black Friday

Mensagens prometem vales presente e smartphones a internautas.
Pelo menos quatro grandes marcas alertaram que ofertas não existem.

Com a promessa de prêmios e dinheiro, mensagens supostamente enviadas por marcas famosas passaram a convidar internautas para seguirem seus perfis na rede social Instagram esta semana, anunciando que a promoção fazia parte da Black Friday.

Com teor semelhante, os anúncios oferecem vales presente de até R$ 2 mil e smartphones. As supostas promoções envolveram dezenas de grandes marcas nacionais e internacionais.

Mas ao menos quatro marcas brasileiras já anunciaram, em suas páginas oficiais, que os perfis e promoções são falsos. A mensagem enviada em nome da rede de fast fashion Renner oferece "R$ 300 em vale compras para os primeiros 30 mil seguidores" do perfil. Para premiar todos os ganhadores, a Renner precisaria desembolsar R$ 9 milhões.

Em resposta ao anúncio, a marca afirmou em seu perfil oficial que "outros perfis encontrados no Instagram falando de Black Friday na Renner são falsos" e ressaltou que só participará do evento em sua data oficial, em 28 de novembro.

O Submarino, que também foi alvo de oferta semelhante, pediu aos internautas para que fiquem atentos ao perfil verdadeiro da marca no Instagram. A rede de artigos esportivos Centauro publicou que "ofertas e conteúdo impróprio publicados por outros canais são falsos", e ressaltou que só participará da Black Friday nos dias 28, 29 e 30 de novembro.

A Netshoes contestou a oferta de R$ 600 para os 10 primeiros seguidores do suposto perfil da marca. "Pessoal, o nosso Black Friday vai ter muita promo legal mas essa que tá rolando no insta @netshoesbra é falsa. Não acreditem", alertou em seu perfil oficial.
Compartilhar no Google Plus

Sobre Fábio Jorge

"Não tive filhos, não transmiti a nenhuma criatura o legado de nossa miséria." - Machado de Assis.